sábado, 29 de abril de 2017

Músicas para aprender português

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Divirta-se com a Química nº 03


terça-feira, 18 de abril de 2017

Anatomia 3

1-O corpo humano adulto possui vértebras móveis que compõem as parte cervical, torácica e lombar.Assinale a opção que contenha corretamente o número comum de vértebras de cada parte citada do esqueleto axial:
(A) 5 cervicais, 10 torácicas e 6 lombares.
(B) 7 cervicais, 12 torácicas e 5 lombares.
(C) 6 cervicais,  10 torácicas e 8 lombares.
(D) 7 cervicais, 10 torácicas e 5 lombares.
(E) 6 cervicais, 12 torácicas e 6 lombares.

Gabarito:B
Comentário: A questão aborda o numero de vértebras móveis do esqueleto axial e seu respectivo agrupamento.O conhecimento destas divisões por parte do aluno é necessário para o conhecimento anatômico da localização de determinadas estruturas pelo seu nível vertebral e em lesões de coluna para conhecer a gravidade e as seqüelas da lesão.

2-Na coluna vertebral articulada ou em imagens usadas clinicamente como a Ressonância magnética, quatro curvaturas são normalmente visíveis no adulto.Marque a alternativa que contenha o nome das curvaturas relacionadas com seus aspectos normais:
(A) Curvatura torácica e sacral convexa anteriormente e cervical e lombar convexa posteriormente.
(B) Curvatura torácica e cervical côncava anteriormente e sacral e lombar côncava anteriormente.
(C) Curvatura torácica e sacral côncava anteriormente e cervical e lombar côncava posteriormente.
(D) Curvatura torácica e cervical convexa anteriormente e sacral e lombar convexa posteriormente.
(E) Curvatura cervical e sacral convexa anteriormente e torácica e lombar côncava posteriormente.

Gabarito:C

Comentário: A questão se refere às concavidades e convexidades dos setores da coluna lombar formando as curvaturas vertebrais.O conhecimento das curvaturas vertebrais é importante para conhecermos os defeitos posturais dos pacientes.

3- Uma senhora de 63 anos possui uma convexidade posterior acentuada da parte torácica de sua coluna vertebral.Este estado da coluna proporciona dificuldade da na caminhada desta senhora.Marque a opção que contenha o nome desta má formação na coluna vertebral:
(A) Cifose
(B) Lordose
(C) Escoliose
(D) Flexão lateral
(E) Osteoporose

Gabarito:A
Comentário: A cifose é a convexidade posterior da coluna vertebral, normalmente na porção torácica e que é geralmente conhecida como corcunda.Este tipo de má formação é mais freqüente em mulheres idosas e é freqüentemente visto na população.

4- Um tipo de curvatura lateral que acomete principalmente mulheres e torna-se aparente entre as idades de 10 a 15 anos devido o crescimento desigual dos dois lados da coluna vertebral.Assinale a alternativa que contenha o nome correto deste tipo de anormalidade:
(A) Artrose
(B) Cifose
(C) Lordose
(D) Escoliose
(E) Corcunda

Gabarito:D

Comentário: A escoliose é a curvatura lateral da coluna vertebral e pode ser miopática que é causada pela fraqueza assimétrica dos músculos vertebrais, hemivértebra que é causada por falha no desenvolvimento de metade de alguma vértebra ou idiopática que é de origem desconhecida.

5- Um tipo de má formação da coluna vertebral caracteriza-se por uma convexidade anterior da coluna vertebral.Este tipo de má formação é muito comum em gestantes e em pessoas muito obesas.Marque a opção que contenha o nome correto deste tipo de anormalidade postural:
(A) Escoliose
(B) Cifose
(C) Lordose
(D) Osteoporose
(E) Artrose

Gabarito:C

Comentário: A lordose é uma má formação comum em gestantes e em pessoas obesas e caracteriza-se por um aumento na curvatura da coluna vertebral que torna-se muito convexa anteriormente.O dorso em sela também é muito comum e caracteriza-se pelo encurvamento excessivo do dorso.

6- Na coluna vertebral existe uma vértebra em especial que é muitas vezes utilizada como referência para inicio de contagem.Esta vértebra é conhecida como vértebra proeminente devido ao fato de seu processo espinhoso poder ser palpado com maior facilidade.Marque a opção que contenha corretamente o nome da vértebra proeminente:
(A) T3
(B) Atlas
(C) C5
(D) T2
(E) C7

Gabarito:E

Comentário: O conhecimento das principais características das vértebras nas diferentes regiões é essencial.Nas especializações radiologia, ortopedia e neurocirurgia este tipo de conhecimento é muito cobrado.

7- Um tipo de vértebra da coluna vertebral é a menor vértebra móvel do corpo, possui forame transverso oval e algumas de suas vértebras possuem processos espinhosos curtos e bífidos.Assinale a opção que contenha o tipo de vértebra descrito acima:
(A) Sacral
(B) Lombar
(C) Cervical
(D) Torácica
(E) Coccigea

Gabarito:C
Comentário: É importante conhecer as peculiaridades de cada tipo de vértebra para identifica-las nos exames radiológicos ou nas palpações.Devemos lembrar que muitas vezes utilizamos as vértebras como referência para estruturas anatômicas ou para níveis de lesões.

8- Os aspectos característicos desses ossos são suas faces costais para articulação com as costelas, pois há uma ou mais faces em cada lado do corpo para articulação com a cabeça de uma costela, e uma em cada processo transverso.Seus processos espinhosos são longos e delgados e seus forames vertebrais são circulares.Marque a opção que possua o nome correto deste tipo vertebral:
(A) Sacral
(B) Lombar
(C) Coccigea
(D) Torácica
(E) Cervical

Gabarito:D

Comentário: A questão descreve um grande número de características das vértebras torácicas que são de grande importância clínica.As vértebras de T1 até T4 possuem algumas características cervicais e de T9 a T12 possuem algumas características lombares, sendo que as 4 vértebras médias são típicas.

9-Estes ossos estão na parte mais estreita do dorso e seus processos espinhosos são visíveis quando a coluna vertebral é fletida.São distinguidas por seus corpos maciços, lâminas rígidas e pela ausência de fóveas costais.Seus corpos, vistos de cima, possuem formas de rim e seus forames vertebrais variam de ovais a triangulares.Marque a opção que contenha o tipo vertebral descrito acima:
(A) Lombar
(B) Coccigea
(C) Sacral
(D) Cervical
(E) Torácica

Gabarito:A

Comentário: A questão descreve com muitos detalhes as vértebras lombares que são de grande importância para o corpo porque esta é uma região de grande mobilidade e é importante para a clínica porque é a região mais comum de queixas de dores.

10-Este osso é formado por cinco vértebras fundidas e tem como função proporcionar resistência e estabilidade à pelve e transmitir o peso do corpo para a cintura pélvica através de articulações.Marque a opção que possua o nome do osso do qual estamos tratando:
(A) Ísquio
(B) Sacro
(C) Cóccix
(D) Púbis
(E) Ílio

Gabarito:B

Comentário: A questão descreve o osso sacro e evidencia duas funções desempenhadas pelo mesmo.Na osteologia é importante não apenas conhecer as estruturas e a localização dos ossos, mas principalmente conhecer as funções desempenhadas.

11- A primeira costela é a mais larga e mais curvada das costelas, sendo também a mais curta das costelas verdadeiras.Assinale a opção que contenha acidentes ósseos característicos da primeira costela:
(A) Tubérculo escaleno e sulco da artéria e veia subclávia.
(B) Tuberosidade do músculo serrátil anterior e sulco do plexo braquial.
(C) Tubérculo do músculo ECOM e tuberosidade do músculo serrátil anterior.
(D) Sulco da crossa da aorta e tubérculo escaleno.
(E) Sulco da artéria e veia subclávia e tuberosidade do músculo serrátil anterior.

Gabarito:A
Comentário: O conhecimento de estruturas da primeira costela é de grande importância devido a relação que esta estabelece com outras estruturas, tais como a veia e a artéria subclávia e o plexo braquial.Fraturas nesta costela oferecem graves riscos ao paciente devido suas relações com estas estruturas.

12- A segunda costela tem uma curvatura semelhante a primeira costela, mas é mais fina, muito menos curvada e cerca de duas vezes mais longa.Assinale a outra estrutura presente na segunda costela que permite-nos distinguir a primeira da segunda costela:
(A) Sulco da veia subclávia.
(B) Tubérculo do músculo escaleno.
(C) Sulco do plexo braquial.
(D) Sulco da artéria subclávia.
(E) Tuberosidade do músculo serrátil anterior.

Gabarito:E
Comentário: A questão cobra o conhecimento das características específicas da primeira e da segunda costela para que possamos diferencia-las corretamente.As costelas são pontos de inserção e origem de músculos e muitas vezes estes deixam impressões nestes ossos.A compreensão de localizações de origens e inserções ajudará mais tarde o aluno a entender a função dos músculos na miologia.

13- Os primeiros sete e às vezes o oitavo par de costelas são ligadas diretamente ao esterno por suas cartilagens costais.Marque a opção que contenha o nome correto deste tipo de costela descrito acima:
(A) Costelas flutuantes
(B) Costelas típicas
(C) Costelas verdadeiras
(D) Costelas bífidas
(E) Costelas falsas

Gabarito:C
Comentário: As costelas verdadeiras são aquelas que são ligadas ao esterno e também podem ser chamadas de vertebroesternais.Muitas vezes o numero destas costelas pode parecer aumentado em radiografias devido a presença de variações anatômicas, sendo importante conhece-las para não confundi-las com fraturas.

14- Os décimos primeiros e décimos segundos pares de costelas são considerados atípicos.Elas são curtas, principalmente o décimo segundo par e são encapuzadas com uma pequena cartilagem costal e têm uma simples faceta em suas cabeças.Assinale a opção que contenha outras características que tornem estas costelas atípicas:
(A) Possuem um colo maior do que a das outras vértebras.
(B) Possuem corpo bífido.
(C) São consideradas vértebras vertebrocondrais.
(D) Não são consideradas costelas flutuantes.
(E) Não têm colo nem tubérculo.

Gabarito:E
Comentário: O conhecimento do décimo primeiro e décimo segundo par de costelas são de grande importância no diagnóstico diferencial, pois as vezes estes pares são confundidos com fraturas por se apresentarem com grande numero de variações anatômicas, tais como costelas bífidas.

15- O esterno é um osso plano e alongado, que se parece com uma curta adaga ou espada de folha larga e forma a parte média anterior do tórax.Marque a alternativa que contenha o nome correto das subdivisões do esterno:
(A) Incisura jugular, ângulo do esterno e borda costal.
(B) Corpo, manúbrio e processo xifóide.
(C) Manúbrio, ângulo esternal e borda esternal.
(D) Cabeça, corpo e processo xifóide.
(E) Incisura jugular, ângulo esternal e manúbrio.

Gabarito:B
Comentário: O esterno é um osso chave do tórax e da raiz do pescoço.Este osso serve de proteção na parede anterior do corpo e serve como fixação para músculos diversos, sem falar nas articulações ósseas que ele faz com as costelas do gradio costal.

16-Os ossos nasais podem ser palpados facilmente porque formam a ponte do nariz.Este par de ossos se articulam na sutura internasal e articulam-se com outros Três ossos, assinale a alternativa que contenha estes três ossos:
(A) Lacrimal, etmóide e temporal.
(B) Mandibular, temporal e zigomático.
(C) Lacrimal, frontal e maxilar.
(D) Mandibular, frontal e zigomático.
(E) Frontal, maxilar, etmóide.

Gabarito:E
Comentário: Não basta conhecer os ossos e suas estruturas, é preciso conhecer também sua função e suas relações com outros ossos.No caso do osso nasal, quando fraturado pode ser deslocado para trás fraturando outros ossos e danificando outras estruturas como o nervo olfatório próximo ao osso etmóide provocando anosmia.

17- O esqueleto da face entre a boca e o olho é formado pelas duas maxilas, as quais circundam as aberturas nasais anteriores e são unidas no plano mediano na sutura intermaxilar.Cada maxila no adulto consiste em um corpo oco que contém um grande seio maxilar e uma variedade de processos ósseos.Marque a alternativa que contenha os processos ósseos existentes na maxila:
(A) Alveolar, estilóide, lacrimal e zigomático.
(B) Frontal , nasal, alveolar e mandibular.
(C) Zigomático, frontal, palatino e alveolar.
(D) Palatino, frontal, nasal e mandibular.
(E) Mandibular, pterigóide, alveolar e zigomático.

Gabarito:C
Comentário: A maxila é um osso importante da face e freqüentemente afetado em fraturas lineares do crânio.Este tipo de fratura geralmente ocorre no ponto de impacto, mas as linas de fratura podem irradiar em duas ou mais direções.O processo alveolar possui uma particularidade. Quando arrancamos um dente, o processo alveolar correspondente é reabsorvido tornando a maxila menor e conseqüentemente a face menor.

18-O osso mandibular possui formato de U e é o osso maior e mais forte da face.A mandíbula é constituída por dois ramos (porções verticais) e um corpo (porção horizontal).Além disso, a mandíbula possui dois forames de grande importância na clínica, pois através deles passam nervos freqüentemente anestesiados para manipulação e dentes e suturas de uma laceração no lábio inferior ou no queixo, por exemplo.Marque a opção que contenha o nome e a localização aproximada destes forames:
(A) Forame nutrício (Na parte externa do corpo da mandíbula) e forame alveolar (Na fossa submandibular).
(B) Forame mandibular (Próximo ao ângulo da mandíbula) e forame alveolar (No interior da fossa sublingual).
(C) Forame digástrico (Na fossa digástrica da mandíbula) e forame incisivo (Ssuperior a linha obliqua do corpo da mandíbula).
(D) Forame mental (Abaixo do segundo dente pré-molar de cada lado da mandíbula) e forame mandibular (Superior ao sulco miloióideo e inferior a língula).
(E) Forame incisivo (Na protuberância mental) e forame mental (Nna porção interior do ramo da mandíbula).

Gabarito:D
Comentário: Na face interna do ramo, superior ao sulco miloióideo, há um grande forame mandibular que conduz o nervo alveolar inferior através do canal mandibular e o nervo mental emerge do canal mandibular pelo forame mental.Estes nervos costumam ser freqüentemente anestesiados e é necessário o conhecimento da localização destes forames

19-As proeminências das bochechas, as bordas anterolaterais e grande parte das bordas infra-orbitárias, são formadas pelos ossos zigomáticos.Marque a opção que contenha um osso com o qual o osso zigomático não se articule:
(A) Esfenóide
(B) Temporal
(C) Frontal
(D) Etmóide
(E) Maxilar

Gabarito:D
Comentário: É de grande importância conhecer os ossos que fazem contato com o osso zigomático, pois comumente em fraturas os ossos situados na periferia acabam por se fraturarem também.Fraturas de face são de grande gravidade, pois a face aloja estruturas de grande sensibilidade e algumas estruturas vitais.

20- Na vista posterior da mandíbula podemos identificar diversas estruturas e acidentes ósseos.Marque a alternativa que não contenha uma estrutura da face interna da mandíbula:
(A) Língula
(B) Linha miloióidea
(C) Forame mandibular
(D) Fossa sublingual
(E) Forame mental

Gabarito:E
Comentário: A mandíbula é um osso muito rico em sulcos pela riqueza de nervos e músculos que ela abriga.É importante conhecer cada sulco, forame e canais da mandíbula para futuramente termos uma melhor compreensão dos locais por onde passam cada estrutura na mandíbula.

21- A articulação temporo-mandibular é uma articulação chave para a face e para processos como a deglutição e a mastigação.Assinale a opção que contenha a estrutura chave da mandíbula para a articulação temporo-mandibular:
(A) Processo condilar
(B) Linha obliqua
(C) Fóvea submandibular
(D) Língula
(E) Tubérculo mental

Gabarito:A
Comentário: A articulação temporo-mandibular é uma das articulações de maior importância da face.Ela atua em processos como a deglutição e a mastigação e fraturas em crianças nesta região merecem ser acompanhadas com cuidado para não haver crescimento desigual nas duas porções da mandíbula.

22- Medialmente ao terceiro molar existe um forame que perfura a borda lateral do palato ósseo.Vasos e nervos importantes emergem deste forame e seguem para frente em dois sulcos sobre o palato.Marque a alternativa que contenha o nome do forame:
(A) Forame incisivo
(B) Forame palatino maior
(C) Forame mental
(D) Forame mandibular
(E) Forame alveolar

Gabarito:B
Comentário: Medialmente ao terceiro dente molar, o forame palatino maior perfura a borda lateral do palato ósseo e por ele emergem os vasos e nervos palatinos maiores e seguem para frente em dois sulcos sobre o palato.O conhecimento dos forames é de grande importância para entendermos as estruturas que passam por ele e para avaliarmos seqüelas em caso de fraturas dos ossos que contem o forame.

23-Entre o processo coronóide e a cabeça do processo condilar, áreas importantes na articulação da mandíbula existe uma estrutura que complementa toda esta área do ramo da mandíbula.Assinale a opção que contenha o nome desta estrutura:
(A) Incisura da mandíbula
(B) Linha oblíqua
(C) Protuberância mental
(D) Língula
(E) Ângulo da mandíbula

Gabarito:A
Comentário: A área da articulação temporo-mandibular é uma região cujas fraturas são muito graves e são de difícil reparo.Portanto torna-se importante conhecer toda estrutura óssea adjacente a esta região.

24-As conchas nasais pertencem a uma região de grande importância do esqueleto visceral e estão associadas ao trígono perigoso da face.Assinale a opção que contenha um osso que não forme as conchas nasais:
(A) Esfenóide
(B) Lacrimal
(C) Palatino
(D) Temporal
(E) Maxilar

Gabarito:D
Comentário: O trígono perigoso da face é uma região de constantes fraturas em brigas de rua e pode ocasionar fraturas de diversos ossos da região nasal e pode proporcionar seqüelas diversas, entre elas as hemorragias de certa gravidade, anosmia e desvio de septo nasal.

25-Os seios paranasais são extensões cheias de ar e pneumatizadas da porção respiratória da cavidade nasal projetadas nos ossos do crânio.Assinale a opção que contenha ossos que constituam os seios paranasais:
(A) Palatino, temporal, vômer e esfenóide.
(B) Maxilar, lacrimal, frontal e zigomático.
(C) Frontal, etmóide, esfenóide e maxilar.
(D) Etmóide, nasal, mandibular e palatino.
(E) Esfenóide, lacrimal, mandibular e maxilar.

Gabarito:C
Comentário: Os seios paranasais são estruturas importantes da face e as secreções de sua mucosa drenam para a cavidade nasal.Fraturas de face podem lesar estes seios e deformar a face, questões que requerem cirurgias de reparo.

26-Os axônios das células olfatórias, que constituem os nervos olfatórios, são reunidos em 18 a 20 fascículos que atravessam uma estrutura perfurada do osso etmóide.Marque a opção que contenha o nome desta estrutura:
(A) Concha nasal superior
(B) Crista galli
(C) Substância perfurada
(D) Lâmina crivosa
(E) Forames etmoidais

Gabarito:D
Comentário: A lâmina crivosa é uma região de grande importância clínica principalmente em fraturas que envolvem o osso etmóide que pode estrangular as estruturas nervosas do nervo olfatório através da lâmina crivosa.Este tipo de lesão pode resultar em anosmia.

27- O osso etmóide é de grande importância para a formação da cavidade nasal e possui duas estruturas responsáveis pela formação de meatos nesta região.Assinale a opção que contenha o nome destas estruturas que são componentes do osso etmóide:
(A) Seio esfenoidal e concha nasal média.
(B) Concha nasal inferior e concha nasal superior.
(C) Concha nasal superior e concha nasal média.
(D) Recesso esfenoetmoidal e concha nasal superior.
(E) Concha nasal média e concha nasal inferior.

Gabarito:C
Comentário: As conchas nasais são estruturas importantes para a cavidade nasal que é relacionada a olfação e desempenha funções para o sistema respiratório.As conchas nasais são estruturas fundamentais para a formação de meatos.

28- A região da cavidade nasal possui um assoalho constituído por duas estruturas ósseas.Assinale a opção que contenha corretamente o nome destas estruturas:
(A) Lâmina horizontal do osso palatino e processo palatino da maxila.
(B) Lâmina crivosa do etmóide e porção esfenoidal.
(C) Osso vômer e conchas nasais superior e média.
(D) Placa perpendicular do osso etmóide e vômer.
(E) Processo palatino da maxila e osso nasal.

Gabarito:A
Comentário: A questão cobra o conhecimento das estruturas que formam o assoalho da cavidade nasal.O conhecimento destas estruturas é importante para entendermos parte da fisiologia respiratória e em casos clínicos como fraturas no trígono perigoso da face.

29- A cavidade nasal possui um teto ósseo constituído basicamente por ter porções.Marque a opção que possua as três porções citadas:
(A) Palatina, etmoidal e esfenoidal.
(B) Palatina, maxilar e frontonasal.
(C) Esfenoidal, nasal e palatina.
(D) Maxilar, vômer e etmoidal.
(E) Frontonasal, etmoidal e esfenoidal.

Gabarito:E
Comentário: A questão aborda a cavidade nasal e seu teto que é formado pelas porções frontonasal, etmoidal e esfenoidal que derivam dos ossos correspondentes.As noções de teto e assoalho ajudam a ter uma visão mental por parte do aluno das estruturas e ajuda na interpretação de fraturas por imagens radiológicas.

30- O esqueleto visceral possui duas espinhas nasais, uma anterior e outra posterior.Assinale a opção que contenha o nome dos ossos em que se localizam estas estruturas respectivamente.
(A) Maxilar e esfenóide
(B) Maxilar e palatino
(C) Nasal e maxilar
(D) Etmóide e vômer
(E) Etmóide e palatino

Gabarito:B
Comentário: A questão se refere às espinhas nasais anteriores e posteriores pertencentes aos ossos maxilar e palatino respectivamente.O esqueleto visceral é muito rico em estruturas e é importante saber identifica-las em cada osso, pois várias funções vitais são desempenhadas nesta região e a anatomia auxilia a fisiologia para o conhecimento do funcionamento do corpo humano.