sexta-feira, 27 de novembro de 2009

LENTE DO AMOR


(Gilberto Gil)

Pela lente do amor
Uma grande angular
Vejo o lado, acima e atrás

Pela lente do amor
Sou capaz de enxergar
Toda a moça e todo rapaz

Pela lente do amor
Vejo tudo crescer
Vejo a vida mil vezes melhor

Pela lente do amor
Até vejo você
Numa estrela da Ursa Maior

Abrir o ângulo, fechar o foco sobre a vida
Transcender pela lente do amor
Sair do cético, entrar num beco sem saída
Transcender, pela lente do amor
Do amor

Pela lente do amor
Pela lente do amor
Sou capaz de entender
Os detalhes da alma de alguém

Pela lente do amor
Vejo a flor me dizer
Que ainda posso enxergar mais além

Pela lente do amor
Vejo a cor do prazer
Vejo a dor com a cara que tem

Pela lente do amor
Vejo o branco correr
Pelas águas do mal e do bem
Mostrar ao médico, encarar, curar sua ferida
Transcender pela lente do amor
Cantar o mântrico
Pegar o kármico na lida
Transcender, pela lente do amor
Do amor
Pela lente do amor...

Conteúdo: lentes esféricas