sábado, 6 de março de 2010

E é muita emoção falar de mulher . . .

Homenagem ao dia das mulheres 8 de março.

Dia 5 de março, à noite aconteceu na EMEF "Plácido de Castro" uma homenagem antecipada ao dia internacional das mulheres.

Houve um belíssimo jantar, entrega de lembranças, discurso do diretor, professores e música.

Segue um trecho emocionante de uma apresentação de slides ("Mulherão") em forma de discurso narrado pelo diretor Nerivaldo.

Aqui abaixo vai a letra...
Mulherão
Peça para um homem descrever um mulherão.
Ele imediatamente vai falar no tamanho dos seios,
na medida da cintura, no volume dos lábios,
nas pernas, bunda e cor dos olhos...
Ou vai dizer que mulherão tem que ser loira,
1.80m, siliconada e com um lindo sorriso.

Mulherões, dentro desse conceito,
não existem muitas:
Vera Fisher, Malu Mader, Adriane Galisteu,
Letícia Spiller, Lumas e Brunas. Agora,
pergunte para uma mulher o que ela considera
um mulherão você vai descobrir que tem uma
em cada esquina...

Mulherão é aquela que pega dois ônibus
para ir ao trabalho e mais dois para voltar e,
quando chega em casa, encontra um tanque
lotado de roupa e uma família morta de fome.

Mulherão é aquela que vai de madrugada
para a fila garantir matrícula na escola e
aquela aposentada que passa horas em pé
na fila do banco para buscar uma pensão de R$ 300,00.

Mulherão é a empresária que administra
dezenas de funcionários de segunda a sexta e uma
família todos os dias da semana.

Mulherão é quem volta do supermercado
segurando várias sacolas depois de ter
pesquisado preços e feito malabarismo com o orçamento.

Mulherão é aquela que se depila, que passa cremes,
que se maquia, que faz dietas, que malha, que usa
salto alto, meia-calça, ajeita o cabelo e se perfuma,
mesmo sem nenhum convite para ser capa de revista.

Mulherão é quem leva os filhos na escola,
busca os filhos na escola, leva os filhos na natação,
busca os filhos na natação, leva os filhos para a cama,
conta histórias, dá um beijo e apaga a luz.

Mulherão é aquela mãe de adolescente que
não dorme enquanto ele não chega. É quem,
de manhã bem cedo, já está de pé, esquentando o leite.

Mulherão é quem leciona em troca de um
salário mínimo, é quem faz serviços voluntários,
é quem colhe uva, é quem opera pacientes é quem
lava a roupa para fora, é quem bota a mesa, cozinha
o feijão e, à tarde, trabalha atrás de balcão.

Mulherão é quem cria os filhos sozinha,
é quem dá expediente de 8 horas e enfrenta
menopausa, TPM e menstruação.

Mulherão é quem arruma os armários,
coloca flores nos vasos, fecha a cortina
para o sol não desbotar os móveis, mantém
a geladeira cheia e os cinzeiros vazios.

Mulherão é quem sabe onde cada coisa está,
o que cada filho sente e qual o melhor remédio para azia.
Lumas, Brunas, Carlas, Luanas e Sheilas: mulheres nota
10 no quesito linda de morrer, mas mulherão mesmo é
quem mata um leão por dia!

Autor Desconhecido.

Fonte: http://www.minutodesabedoria.com.br/