terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Anatomia 2



 

Questões da monitoria de anatomia - M2


1-O membro inferior é constituído de quatro partes principais: o quadril, a coxa, a perna e o pé, estas regiões possuem três funções básicas. Assinale o item que contenha essas funções:
(A) Sustentação do peso, proteção de órgãos torácicos e manutenção do equilíbrio.
(B) Manipulação apurada de objetos, locomoção e conexão do esqueleto axial com o membro superior.
(C) Locomoção, manipulação apurada de objetos e sustentação do peso.
(D) Sustentação do peso, manutenção do equilíbrio e locomoção.
(E) Inserção para músculos e ligamentos, proteção de órgãos torácicos e locomoção.

Gabarito:D

Comentário: A questão aborda a função do membro inferior no organismo que são basicamente três, sustentação, locomoção e equilíbrio.Para a anatomia não é apenas necessário conhecer os relevos e localizações ,mas principalmente é necessário conhecer suas funções.

2-O ílio, osso em forma de leque possui vários acidentes ósseos geralmente associados a passagem de nervos e inserções de músculos. Assinale a opção que contenha acidentes ósseos do íleo:
(A) Linha glútea anterior, face auricular para o sacro e linha arqueada.
(B) Asa, incisura do acetábulo e linha arqueada.
(C) Face sinfisal, asa e linha pectínea
(D) Linha glútea posterior, linha pectínea e crista obturatória.
(E) Face sinfisal, linha glútea inferior e crista obturatória.

Gabarito:A

Comentário: A pergunta se refere ao relevo ósseo do íleo que é um osso articulado com o sacro e é ponto de inserção para músculos glúteos sendo de grande importância o conhecimento deste relevo.

3-O ílio é um osso de grande utilidade na clínica para a obtenção de fragmentos óssoes para enxertos ósseos e também de obtenção de medula óssea. Geralmente utilizam-se dois pontos, um que se localiza posteriormente no fundo de uma depressão na pele a 4 cm ao plano mediano e outra ao nível da quarta vértebra lombar (ponto mais elevado palpado posteriormente). Marque a opção que contenha estes dois pontos do ílio:
(A) Linha glútea superior e espinha ilíaca ântero-superior.
(B) Asa do íleo e tuberosidade ilíaca.
(C) Espinha ilíaca antero-superior e espinha ilíaca póstero-superior.
(D) Eminência íliopúbica e espinha ilíaca póstero-inferior.
(E) Crista ilíaca e espinha ilíaca póstero-superior.

Gabarito:E

Comentário: A pergunta se refere à aplicação dos conhecimentos anatômicos na clínica.O ílio é um osso importante,tal como o esterno , para a obtenção de medula óssea no corpo humano e também para a remoção de fragmentos ósseos para enxerto.Os dois pontos a serem conhecidos são a crista ilíaca e a espinha ilíaca póstero-superior, tais como seus níveis e identificações de depressões no corpo.

4-No quadril existe uma estrutura óssea que sustenta o corpo quando estamos sentados e pode ser palpada acima da porção medial da prega glútea.Marque a opção com o nome da estrutura de que estamos falando:
(A) Tubérculo púbico.
(B) Tuberosidade isquiática.
(C) Espinha isquiática.
(D) Espinha ilíaca póstero-inferior.
(E) Ramo inferior do osso púbico.

Gabarito:B

Comentário: A questão cobra conceitos como o de prega glútea,que é uma prega cutânea proeminente que delimita a nádega e se refere à pontos de palpação para a localização de estruturas que é absolutamente importante na clínica e pede para nomear a estrutura descrita.

5-Um homem de 33 anos sofreu um acidente frontal de automóvel e deu entrada na emergência do hospital queixando-se de dor e impedido de ficar em pé. O exame físico mostrou o membro inferior afetado aparentando ser menor, aduzido, ligeiramente fletido e rodado medialmente.Marque a opção que contenha o diagnóstico correto do caso clínico:
(A) Fratura cominutiva da extremidade proximal da tíbia.
(B) Fratura do colo da fíbula.
(C) Fratura de epífise distal do fêmur.
(D) Fratura da borda posterior do acetábulo.
(E) Fratura transversa de maléolo.

Gabarito:D

Comentário: O caso clínico descreve perfeitamente o paciente com luxação posterior da articulação do quadril com fratura na borda posterior do acetábulo. Este tipo de fratura é comum em quedas de grande altura sobre os pés e em acidentes automobilísticos frontais.

6-O fêmur é o osso mais longo, mais forte e mais pesado do corpo humano. A altura de uma pessoa é aproximadamente quatro vezes maior que o comprimento de seu fêmur. Assinale a opção que contenha apenas acidentes ósseos do fêmur:
(A) Tubérculo adutor, tuberosidade glútea, linha do músculo sóleo e esporão.
(B) Linha intertrocantérica, linha arqueada, linha vertical e epicôndilo lateral.
(C) Crista intertrocantérica, epicôndilo lateral, linha glútea inferior e tubérculo abdutor.
(D) Esporão, linha áspera, linha pectínea e fóvea da cabeça.
(E) Face poplítea, face sinfisal, linha glútea posterior e tuberosidade glútea.

Gabarito:D

Comentário: A pergunta cobra o conhecimento dos relevos ósseos do fêmur importantes na articulação com o quadril e o joelho e também como inserções de músculos.

7-Uma senhora de 62 anos tropeçou em um tapete de sua casa e deu entrada no pronto socorro com o membro inferior afetado em rotação lateral e notavelmente menor que o outro membro inferior. Ela não conseguia andar ou ficar de pé. De acordo com o caso clínico assinale o diagnóstico mais provável:
(A) Fratura do colo da fíbula.
(B) Fraturas cominutivas da tíbia.
(C) Fratura de colo de fêmur.
(D) Fratura da borda posterior do acetábulo
(E) Fratura de maléolo lateral.

Gabarito:C

Comentário: A questão aborda um caso clínico com descrição clássica de fratura de colo de fêmur.No caso esta fratura pode ter sido facilitada por fragilidade óssea devido a osteoporose, tratava-se de uma mulher idosa.É importante conhecer as condições do membro como encurtamento e rotação lateral para não confundir com fraturas de acetábulo ou luxações no quadril que geralmente apresenta encurtamento ,membro fletido, aduzido e rotado medialmente.É importante dizer ainda que casos de fratura do fêmur podem levar a embolia pulmonar devido a gordura da medula óssea amarela que ganha a circulação sangüínea, estes casos devem apresentar muita cautela por parte do médico.

8-A fíbula (alfinete) é o osso lateral da perna e tem como principal função a fixação de músculos, pois possui pequena ou nenhuma função de sustentação de peso. Marque a opção que contenha acidentes ósseos da fíbula:
(A) Tubérculo de Gerdy, maléolo medial e margem interóssea.
(B) Face articular do maléolo lateral, face articular inferior com o tálus e cabeça.
(C) Maléolo medial, incisura da fíbular e tubérculo de Gerdy.
(D) Côndilo lateral, maléolo lateral e incisura fibular.
(E) Maléolo lateral, cabeça e margem interóssea.

Gabarito:E

Comentário:A pergunta cobra os acidentes ósseos da fíbula que basicamente são margens e o maléolo lateral, já que a fíbula é local de inserção de poucos músculos e possui pouca ou nenhuma função na sustentação de peso.Por isso a fíbula é uma importante fonte de osso para enxerto já que a remoção de um longo segmento da fíbula não interfere na função de andar, correr.

9-Durante uma partida de futebol um jogador escorregou e caiu forçando o pé a uma posição extremamente invertida sofrendo uma fratura de Pott. Assinale o item que contenha a melhor descrição da lesão:
(A) Tálus inclinado rompendo maléolo medial.
(B) Fratura de tíbia e fíbula em seus terços médios.
(C) Fratura de tálus e calcâneo.
(D) Tálus inclinado vigorosamente contra o maléolo lateral, rompendo-o por cisalhamento.
(E) Fratura exposta da tíbia também conhecida como fratura de pára-choque.

Gabarito:D

Comentário: A fratura de Pott é uma fratura de fíbula que vai de 2 a 6 cm proximais à extremidade distal do maléolo lateral.Este tipo de fratura é comum em esportes e caracteriza-se por queda forçando o pé a uma posição muito invertida, isto causa laceração dos ligamentos do tornozelo e inclinação vigorosa do tálus contra o maléolo lateral, rompendo-o por cisalhamento.

10- A tíbia é o segundo maior osso do esqueleto e está situado na face anteromedial da perna e possui um relevo muito rico em acidentes. Assinale a opção que contenha corretamente acidentes do relevo da tíbia:
(A) Sulco do músculo flexor longo dos dedos, linha do sóleo, tuberosidade glútea e sulco da inserção do tendão do músculo semimembranáceo.
(B) Maléolo medial, tubérculo de Gerdy, face articular inferior com o tálus e área intercondilar anterior.
(C) Tuberosidade da tíbia, maléolo lateral, sulco do tendão do músculo tibial posterior e tubérculo de Gerdy.
(D) Linha do sóleo, linha áspera, eminência intercondilar e face articular inferior com o tálus.
(E) Eminência intercondilar, linha áspera, epicôndilo lateral e tuberosidade da tíbia.

Gabarito:B

Comentário: A questão aborda o relevo ósseo da tíbia que é de extrema importância pela presença de inserções de músculos e presença de articulações como a com o tálus.A tíbia é um osso grande e repleto de acidentes ósseos.

11-Os ossos do pé compreendem o tarso, metatarso e falanges.O tarso é composto por sete ossos.Assinale a opção que contenha corretamente ossos do tarso:
(A) Tálus, cuboide, hamato e cuneiforme.
(B) Calcâneo, piramidal, escafóide e navicular.
(C) Tálus, cuneiforme, navicular e cubóide.
(D) Capitato, calcâneo, semilunar e cuneiforme.
(E) Cubóide, navicular, piramidal e hamato.

Gabarito:C

Comentário: A questão pede a relação de ossos que compõem o tarso e busca principalmente cobrar do aluno a diferenciação do tarso e do carpo. A questão contêm ossos dessas duas unidades do esqueleto humano.

12-Um homem embriagado de 45 anos chocou seu carro frontalmente contra um poste e quando pisava no freio provocou uma dorsiflexão acentuada de seu pé durante a batida. Assinale a opção que contenha o osso provavelmente este homem fraturou durante o acidente:
(A) Fratura de colo do tálus.
(B) Avulsão de falanges distais
(C) Fratura de diáfise de tíbia.
(D) Fratura de maléolo lateral.
(E) Fratura de diáfise de fíbula.

Gabarito:A

Comentário: O caso clínico descreve uma dorsiflexão acentuada que caracteriza a fratura de colo de tálus. Este tipo de questão é muito importante, pois relaciona a realidade das emergências hospitalares com questões de anatomia.

13-O corpo do tálus tem formato cubóide. Sua superfície superior em forma de roldana é freqüentemente chamada de tróclea. Assinale a opção que contenha ossos que se articulam com o tálus:
(A) Tíbia, falanges, cuneiforme lateral e fíbula.
(B) Fíbula, tíbia, navicular e calcâneo.
(C) Calcâneo, cuneiforme medial, piramidal e psiforme.
(D) Navicular, cuneiforme intermédio, calcâneo e fíbula.
(E) Cubóide, navicular, calcâneo, tíbia.

Gabarito:B

Comentário: A pergunta pede relações do tálus com outros ossos do membro inferior.Isto é importante para ter uma visão geral do esqueleto do pé e como este se relaciona com a perna já que esta é uma região de fraturas comuns.

14-O ptério é um importante ponto de referência clínica porque o ramo anterior da artéria meníngea média está localizada entre as lâminas da dura máter. Esta área é uma região de articulação de quatro ossos. Marque a opção que contenha os quatro ossos desta região:
(A) Frontal, esfenóide, temporal e pterigóide.
(B) Parietal, lacrimal, occipital e esfenóide.
(C) Esfenóide, frontal, parietal e temporal.
(D) Temporal, occipital, frontal e lacrimal.
(E) Occipital, parietal, etmóide e esfenóide.

Gabarito:C

Comentário: A questão aborda uma região de grande importância clínica, o ptério.É de grande importância então saber os ossos que se articulam nesta região para obter sua aplicação na clínica.Em caso de fraturas no ptério a artéria meníngea média pode ser lacerada.


15-A maioria dos ossos da calota craniana consiste em lâmina interna e externa que são separadas por uma estrutura esponjosa que contém medula óssea vermelha. Marque a opção que contenha o nome desta estrutura:
(A) Aracnóide
(B) Lambda
(C) Lâmina crivosa
(D) Bregma
(E) Díploe

Gabarito:E

Comentário: A díploe é constituída por osso esponjoso que contém medula óssea vermelha durante a vida, através da qual ocorrem canais formados pelas veias diplóicas. É importante conhecer as estruturas do crânio devido a gravidade de fraturas desta região.

16-A fronte é formada por uma tábua óssea lisa, larga e convexa denominada escama frontal. O osso frontal é o osso de maior importância desta região. Assinale a alternativa que contenha ossos que se articulem com o osso frontal:
(A) Etmóide, esfenóide, temporal e occipital.
(B) Nasal, lacrimal,parietal e temporal.
(C) Lacrimal, nasal, vômer e mandibular.
(D) Zigomático, nasal, etmóide e esfenóide.
(E) Esfenóide, zigomático, mandibular e occipital.

Gabarito:D

Comentário: A questão aborda o osso frontal e os ossos adjacentes, sendo de grande importância conhecer a anatomia óssea do crânio pelo fato desta ser alvo de fraturas que põem em risco a vida do paciente.

17-Os ossos parietais se articulam no plano mediano e também se articulam posteriormente com o osso occipital. Estas duas articulações formam duas suturas de extrema importância referencial no corpo humano em forma de Y. Assinale a opção que contenha o nome destas duas suturas:
(A) Sagital e lambdóide.
(B) Coronal e bregmática.
(C) Ptério e astério.
(D) Sagital e coronal.
(E) Lambdóide e bregmática.

Gabarito:A

Comentário: A pergunta se refere a sutura sagital que divide o corpo humano no plano mediano e a sutura lambdóide devido a sua semelhança com o lambda do alfabeto grego. As suturas são pontos de referência em termo de planos no corpo humano facilitando a regionalização e a determinação de pontos.

18-O osso esfenóide, osso em forma de cunha, é um osso chave no crânio pelo fato dele se articular com oito ossos. Marque a opção que contenha ossos que se articulem com o osso esfenóide:
(A) Mandibular, frontal, etmóide e occipital.
(B) Etmóide, temporal, maxilar e lacrimal.
(C) Frontal, parietal, nasal e temporal.
(D) Occipital, vômer, zigomático e palatino.
(E) Palatino, zigomático, lacrimal e temporal.

Gabarito:D

Comentário: O osso esfenóide é um osso chave no crânio e é importante conhecer sua área adjacente.O osso esfenóide abriga a hipófise na sela turca sendo importante conhecer a região em cirurgias de tumor de hipófise entre outras.

19- O osso frontal articula-se com os ossos parietais formando uma sutura de extrema importância para o estudo da anatomia, já que este cria um limite antero-posterior para o corpo humano. Marque a alternativa que cita corretamente o nome desta sutura:
(A) Coronal.
(B) Metópica.
(C) Sagital.
(D) Lambdóide.
(E) Frontonasal.

Gabarito:A

Comentário: A sutura coronal formada pelo contato entre o osso frontal e os ossos parietais divide o corpo humano em partes posterior e anterior sendo este um ponto referencial importante para o estudo da anatomia.

20-O forame magno é uma grande abertura oval, através do qual a cavidade craniana se comunica com o canal vertebral e é também o local onde a medula espinhal se torna contínua com o bulbo do tronco encefálico. Assinale a opção que indique o osso em que se localiza o forame magno:
(A) Zigomático
(B) Temporal
(C) Etmóide
(D) Esfenóide
(E) Occipital

Gabarito:E

Comentário: O forame magno como foi descrito pela questão é um a região de extrema sensibilidade já que protege áreas do tronco encefálico em que lesões são de extrema gravidade.O forame magno se localiza no osso occipital.

21- O osso esfenóide é um osso chave da base craniana pelo fato de se articular com oito ossos e por possuir diversos tipos de acidentes ósseos. Marque a opção que contenha corretamente acidentes ósseos do osso esfenóide:
(A) Sela turca, sulco da artéria carótida interna, parte do clivo e forame oval.
(B) Processo clinóide anterior, lâmina crivosa, forame hipoglosso e sulco quiasmático.
(C) Forame oval, sulco quiasmático, fossa hipofisária e processo estilóide.
(D) Forame espinhoso, processo pterigóide, processo clinóide posterior e sulco da artéria carótida interna.
(E) Forame redondo, forame espinhoso, forame magno e forame cego.

Gabarito:A

Comentário: A questão aborda o osso esfenóide e seus acidentes ósseos.O osso esfenóide abriga acidentes importantes como a fossa hipofisária e sulco da artéria carótida interna.É de grande importância o conhecimento do relevo dos ossos esfenóide, pois este pode se apresentar modificado nas radiografias em condições como o tumor hipofisário e aneurisma da artéria carótida interna.

22-O fêmur é o osso mais longo e mais forte do corpo humano. Pelo fato de ser um osso em uma região repleta de músculos, ele possui uma grande quantidade de acidentes ósseos. Marque a alternativa que contenha acidentes ósseos presentes apenas na parte posterior do fêmur:
(A) Linha áspera, incisura fibular e linha intertrocantérica.
(B) Linha pectínea, linha intertrocantérica e eminência intercondilar.
(C) Tuberosidade glútea, esporão e crista intertrocantérica.
(D) Esporão, sulco da inserção do tendão do músculo semimembranáceo e linha pectínea.
(E) Crista intertrocantérica, linha áspera e linha do sóleo.

Gabarito:C

Comentário: O fêmur é um osso repleto de acidentes ósseos sendo de grande importância o conhecimento dos mesmos  para aplicação na miologia, em que a origem e inserção de músculos é uma informação primordial para o entendimento da função de determinado músculo.

23-A linha do sóleo é um acidente ósseo bastante nítido presente na tíbia.Assinale a alternativa que possua a melhor descrição da localização da linha do sóleo:
(A) Face posterior da parte proximal do corpo da tíbia e segue em sentido inferomedial até a borda medial.
(B) Face anterior da parte proximal do corpo da tíbia e segue em sentido inferomedial até a borda medial.
(C) Face anterior da parte proximal do corpo da tíbia e segue em sentido inferolateral até a borda lateral.
(D) Face posterior da parte distal do corpo da tíbia e segue em sentido inferolateral até a borda lateral.
(E) Face anterior da parte distal do corpo da tíbia e segue em sentido inferomedial até a borda medial.

Gabarito:A
Comentário: A questão pede a descrição da localização da linha do sóleo e cobra conceitos de referências anatômicas do aluno como posterior, anterior, lateral e medial e ao mesmo tempo cobra o conhecimento de acidentes ósseos da tíbia.

24-O osso cuneiforme intermédio articula-se com quatro ossos.Assinale a opção que contenha corretamente estes ossos:
(A) Cuneiforme medial, cuneiforme lateral, cubóide e calcâneo.
(B) Cuneiforme lateral, tálus, navicular e terceiro metatársico.
(C) Cuneiforme medial, cuneiforme lateral, navicular e segundo metatársico.
(D) Calcâneo, tálus, cubóide e navicular.
(E) Primeiro metatársico, segundo metatársico, terceiro metatársico e navicular.

Gabarito:C

Comentário: A questão cobra o conhecimento da anatomia óssea do pé e as adjacências do osso cuneiforme intermédio.A visualização da estrutura óssea por parte do aluno é de grande importância na visualização de radiografias e identificação de fraturas.

25-A membrana interóssea é uma membrana que ocorre tanto no antebraço quanto na perna.Assinale a opção que contenha corretamente a região que é ligada pela membrana interóssea entre a fíbula e a tíbia:
(A) Margem interóssea na borda medial da fíbula, margem interóssea na borda lateral da tíbia.
(B) Margem interóssea na borda medial da fíbula e margem interóssea na borda medial da tíbia.
(C) Margem interóssea na borda lateral da fíbula e margem interóssea na borda lateral da tíbia.
(D) Margem interóssea na borda medial da fíbula e margem interóssea na borda anterior da tíbia.
(E) Margem interóssea na borda anterior da fíbula e margem interóssea na borda medial da tíbia.

Gabarito:B
Comentário: A questão aborda a margem interóssea da fíbula e da tíbia e sua localização nas bordas de cada osso.Esta visão por parte do aluno ajuda a compreender melhor a anatomia da perna e vê-la tridimensionalmente que é como ocorre na realidade nos seres vivos e fora dos planos bidimensionais dos livros.

26- A face medial do pé é formada por seis ossos.Assinale a alternativa que contenha ossos da face medial do pé:
(A) Tálus, cuneiforme intermédio, calcâneo e cubóide
(B) Quinto metatársico, cubóide, calcâneo e navicular.
(C) Cuneiforme lateral, navicular, falange proximal do quinto metatársico e cubóide.
(D) Falange distal do hálux, falange proximal do hálux, navicular e tálus.
(E) Falange proximal do hálux, falange distal do hálux, calcâneo e cuneiforme medial.

Gabarito:D
Comentário: A questão fala sobre a face medial do pé que é geralmente lesionada em movimentos de eversão extrema e em quedas de objetos sobre os pés.A anatomia desta região é muito importante em análises radiográficas para verificação de lesões nesta região.

27-O processo mastóide é uma região que serve de inserção para músculos importantes da face. Assinale a alternativa que cite o nome do osso a que pertence o processo mastóide:
(A) Parietal
(B) Maxilar
(C) Esfenóide
(D) Occipital
(E) Temporal

Gabarito:E
Comentário: O processo mastóide faz parte do osso temporal e serve de inserção para músculos como o ECOM. A musculatura e os ossos da face são de maior complexidade e por isso os alunos devem atentar para todos os detalhes.

28-O meato acústico externo é a porta de entrada do sistema auditivo dos seres humanos. Assinale a opção que contenha o osso onde se localiza o meato acústico externo:
(A) Esfenóide
(B) Maxilar
(C) Temporal
(D) Mandibular
(E) Occipital

Gabarito:C
Comentário: O meato acústico externo é uma estrutura de grande importância no sistema auditivo humano, portanto torna-se importante conhecer melhor sua anatomia para compreendermos a fisiologia do sistema auditivo.

29-A crista galli é uma estrutura proeminente na face anterior da base do crânio. Marque a alternativa que cite o osso a qual pertence à crista galli:
(A) Zigomático
(B) Temporal
(C) Frontal
(D) Esfenóide
(E) Etmóide

Gabarito:E

Comentário: O osso etmóide é um osso relacionado à nasofaringe e ao olfato por isto torna-se importante conhecer sua anatomia e relações de fraturas com a anosmia.

30-O forame jugular é um forame interósseo e é o forame por onde passa a veia jugular. Marque a alternativa que contenha os dois ossos que formam o forame jugular:
(A) Temporal e zigomático
(B) Temporal e occipital
(C) Esfenoide e frontal
(D) Occipital e esfenoide
(E) Parietal e temporal

Gabarito:B

Comentário: O estudo dos forames da base do crânio são de grande importância, pois estes forames são a porta de entrada e saída de estruturas como vasos e nervo da caixa craniana.Qualquer fratura que cause estrangulamento destes forames afeta determinadas estruturas que passam por eles e causam determinado tipo de resposta no paciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário